Hospitais de campanha de SP registram 13 mortes por novo coronavírus

0
159

Desde que foram criados, os hospitais de campanha da cidade de São Paulo registraram 13 mortes por coronavírus. Desse total, 12 ocorreram no hospital do Anhembi e uma no do Pacaembu, primeiro hospital inaugurado em São Paulo, no dia 6 de abril. O hospital do Ibirapuera é o mais novo deles, inaugurado na última sexta-feira (1).

Só ontem (3) ocorreram três óbitos: dois homens, de 68 e 97 anos, ambos com doenças prévias, e uma mulher de 79 anos. Todos eles registrados no hospital de campanha do Anhembi.

Até este momento, 1.059 pessoas já tiveram alta após passarem pelas unidade de saúde temporárias. Hoje, no Anhembi, haviam 468 pacientes internados, enquanto no Pacaembu haviam 157. Dados do hospital do Ibirapuera não foram divulgados.

Os hospitais de campanha foram criados para atender pacientes com coronavírus em situação de baixa ou média complexidade. Esses hospitais têm portas fechadas: os pacientes só chegam a eles transferidos de outras unidades.

A capital contabiliza, até este momento, 20.848 casos confirmados do novo coronavírus, com 1.775 óbitos.