Eu Decidi Empreender!

0
577

Nesta terça-feira, 19, foi celebrado o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), para valorizar e incentivar as mulheres empreendedoras. No Brasil, 24 milhões de mulheres empreendem.

As mulheres empreendem por necessidade e a maioria delas, não possuem sócios, de acordo com o Sebrae Nacional. O desejo de ser independente é uma nova alternativa de fonte de renda e são preponderantes para a maioria das mulheres microempreendedoras (MEI). Elas vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios, tendo uma fatia de 51% do mercado de empresas no Brasil.

De acordo com a Rede Mulher Empreendedora (RME), o impacto feminino na sociedade é multiplicador, quando elas prosperam financeiramente, ao invés de gastarem apenas em compras pessoais, elas investem nos filhos, na família e principalmente na comunidade onde vivem. Sendo assim, engrandecem toda uma sociedade e o mercado consumidor, pois reinventam na sua mão de obra, nos insumos, gerando um aquecimento na economia.

Eu, Aretha Felix, sou proprietária do pet shop Cantinho da Tosa, e; nas horas vagas, gosto de valorizar as mulheres empreendedoras como eu no site FeminaBuzz, onde empoderamos e damos destaque às estas grandes mulheres, que independentes do segmento, lutam todos os dias e se reinventam em meio a um pais onde as políticas públicas para as mulheres ainda são precárias a cada dia. Nota-se que grande parte destas brasileiras guerreiras são mortas por quem deveria protegê-las e estimulá-las. Hoje eu sei que    empreender nesse país não é fácil, sendo mulher e acumulando tantas outras atividades, torna-se ainda um grande desafio. Para aumentar ainda mais a minha renda, ofereço o serviço de hospedagem, Dog Walker e; ainda acho tempo para investir num negócio paralelo que tenho com o meu irmão, que é de animação de festas infantis e aluguel de brinquedos infláveis. Todos os dias eu me reinvento e busco sempre alternativas para me desenvolver como pessoa, como mulher, como empresária e empreendedora.

Parabenizo à todas as mulheres que buscam seus sonhos e superação em meio à tantas diversidades. Eu decidi decidir! Fazer o diferente. Ser geradora de renda e a investir nos meus sonhos. Finalizo este texto parafraseando um grande líder e escritor Augusto Curi, que diz que:

“Ser um empreendedor é executar os sonhos, mesmo que haja riscos. É enfrentar os problemas, mesmo não tendo forças. É caminhar por lugares desconhecidos, mesmo sem bússola. É tomar atitudes que ninguém tomou. É ter consciência de que quem vence sem obstáculos triunfa sem glória.