Ouvidoria da Saúde registra aumento de demandas via telefone e internet

0
114

A Ouvidoria da Secretaria de Saúde do Distrito Federal recebeu um total de 3.434 manifestações de cidadãos no mês de abril. Destas, 843 foram acerca de solicitações de serviços, o que atingiu 25% do total de demandas recebidas. Os dados foram retirados do Sistema OUV-DF.

Em relação aos setores mais demandados, a Subsecretaria de Vigilância Sanitária (SVS), o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) e o Hospital Regional de Taguatinga (HRT) foram os que receberam um maior número de manifestações da população.

O Iges-DF concentrou o maior número de elogios e a SVS o maior número de solicitações de serviço – devido, principalmente, à temática do combate à dengue (21,25% do total de manifestações) e às ações relacionadas à Covid-19 (4,6%).

“Vale ressaltar que, em virtude da pandemia do novo coronavírus, houve um aumento significativo nas demandas registradas pelos canais de atendimento via telefone e internet”, afirma o chefe da Unidade Setorial de Ouvidoria, Marcos Paulo Lopes.

“Informamos que na categoria elogio, o assunto ‘servidor público’ foi o que obteve o maior índice junto à Secretaria de Saúde, com 31% do total de demandas recebidas nesta tipologia”, acrescenta Marcos.

O Hospital de Apoio de Brasília (HAB) recebeu, em média, um elogio para cada reclamação, seguido pelo Hospital da Criança de Brasília (HCB) e pelo Hospital Materno-Infantil de Brasília (Hmib).

Respostas

O tempo máximo para resposta das manifestações de ouvidoria, conforme preconizado pela legislação, é de vinte dias. Em abril, a Ouvidoria da Secretaria de Saúde respondeu às demandas dos usuários dos serviços em um tempo médio de nove dias – frisando que, no referido mês, 97% do total de manifestações recebidas pela pasta foram respondidas dentro do prazo.

Além disso, destaca-se a ascensão de todos os indicadores, o que demonstra proximidade quanto às metas estabelecidas no Plano Plurianual 2020-2023 do Governo do Distrito Federal: o índice de resolutividade alcançado foi de 50%; o de recomendação dos serviços de Ouvidoria, 86%; e o de satisfação e recomendação com os serviços de Ouvidoria apresentaram percentuais de 73% e 86%, respectivamente.

 

* Com informações da Secretaria de Saúde