Já são 311 as carcaças retiradas das ruas do DF em 2020

0
110
Poder público e sociedade se unem na detecção de carros abandonados | Foto: SSP-DF / Divulgação

A Operação DF Livre de Carcaças retirou das ruas do Distrito Federal nesta semana 16 veículos abandonados. Nesta quarta-feira (27), a equipe coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) esteve em Sobradinho. Desde janeiro, 311 sucatas foram rebocadas.

A atenção da SSP-DF está voltadas para todas as administrações regionais do DF – na segunda-feira (25) foi a vez de o Recanto das Emas receber a visita das equipes de remoção. A operação faz parte das ações do Governo do Distrito Federal (GDF) para eliminar focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya.

A identificação dos veículos abandonados foi feita por conselhos comunitários de segurança (Consegs). Administrações regionais e a própria população também se envolveram no trabalho de localização.

“Contamos ainda com o apoio das administrações regionais locais e, nesta operação de hoje, não foi diferente. Além da retirada das carcaças, fizemos um trabalho educativo com a população e explicamos a importância de retirar esses materiais das ruas”, contou o coordenador dos Consegs na SSP-DF, Marcelo Batista.

Abandono de equipamentos e veículos vira terreno propício para proliferação do mosquito da dengue | Foto: SSP-DF / Divulgação

A ação conjunta reúne as secretarias executivas das Cidades e de Políticas Públicas, do DF Legal, do Departamento de Trânsito (Detran-DF), da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), da Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), da Secretaria de Saúde (SES), da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF).

O material recolhido tem sido monitorado pelo menos duas vezes por semana por agentes da Dival. “Enquanto estão recolhidos no pátio em Samambaia, as carcaças são vistoriadas por equipes de combate à dengue. Não seria viável apenas transferir os veículos e não sanar o problema da proliferação dos mosquitos transmissores de doenças”, acrescenta Marcelo.

As próximas operações serão realizadas em São Sebastião, na próxima segunda-feira (1º/6), e no Núcleo Bandeirante, na quarta (3/6).

* Com informações da Secretaria de Segurança Pública